Montecasino Bird Gardens Sightseeing Johannesburg

Cronologia do Covid-19

Boas malta fiz uma cronologia dos eventos nos estados unidos para entender como é que eles estiveram e quis comparar com a nossa. Decidi postar depois de ver este e este posts.
As conclusões não são boas, os media (americanos) dizem mal da inação do Trump mas nós tivemos uma sorte do Carvalho. Se em movimento de pessoas fossemos iguais a outros países os números eram muito piores, que se formos a olhar bem proporcionalmente em casos estamos ao nível dos estados unidos (mas com metade das mortes). A nossa primeira ação foi a meio de março.
(A minha cronologia certamente que não está completa e estou aberto a adicionar ou retirar coisas dadas fontes, Grande parte veio da Lusa/CM/JN outras coisas vieram da cronologia que fiz dos EUA)
Cronologia:
31 de dezembro de 2019 Organização Mundial de Saúde (OMS) revela haver mais de duas dezenas de casos de pneumonia de origem desconhecida detetados na cidade chinesa de Wuhan, província de Hubei.
1 de janeiro de 2020 É encerrado o mercado de peixe e carne de Wuhan que se pensa estar na origem da contaminação, dado que os doentes tinham todos ligação ao local.
4 de janeiro São 44 os casos de doentes com uma pneumonia de origem desconhecida reportados pelas autoridades chinesas.
5 de janeiro A OMS relatou uma "pneumonia de causa desconhecida" em Wuhan, China. A OMS desaconselhou restrições de viagem ou comércio na época.
8 de janeiro O CDC (EUA) emitiu o primeiro alerta público sobre o coronavírus.
9 de janeiro A OMS emitiu uma declaração nomeando a doença como um novo coronavírus em Wuhan. A China publicou os dados genéticos do novo coronavírus.
10 de janeiro É registado o primeiro morto, um homem de 61 anos, frequentador do mercado de Wuhan. Oficialmente há 41 pessoas infetadas na China. As autoridades chinesas identificam o agente causador das pneumonias como um tipo novo de coronavírus, que foi isolado em sete doentes.
13 de janeiro Primeiro caso confirmado fora da China, na Tailândia.
14 de janeiro A OMS disse que não encontrou provas de transmissão de pessoa para pessoa. https://twitter.com/WHO/status/1217043229427761152 https://nypost.com/2020/03/20/who-haunted-by-old-tweet-saying-china-found-no-human-transmission-of-coronavirus/
O chefe da Comissão Nacional de Saúde da China, Ma Xiaowei, forneceu confidencialmente uma avaliação “sombria” da situação para as principais autoridades de saúde chinesas. O memorando relacionado afirmava que "a transmissão de humano para humano é possível". Uma investigação da AP News indicou que a denúncia de um caso na Tailândia levou à reunião, bem como o risco de se espalhar com o aumento das viagens durante o Ano Novo Chinês e várias considerações políticas. No entanto, o público chinês não é avisado até 20 de janeiro.
15 de janeiro Primeiro caso reportado no Japão do novo coronavírus, entretanto designado como 2019-nCoV. Primeira declaração das autoridades portuguesas sobre o novo coronavírus. A diretora-geral da Saúde estima, com base nas informações provenientes da China, que o surto estará contido e que uma eventual propagação em massa não é "uma hipótese no momento a ser equacionada".
20 de janeiro Autoridades confirmam que há transmissão entre seres humanos. (CM reporta isto mas não consigo confirmar em mais fonte nenhuma, a OMS só confirmou a 23 de Janeiro)
O secretário geral do Partido Comunista Chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro do Conselho de Estado, Li Keqiang, emitem o primeiro aviso público sobre o coronavírus aos cidadãos chineses. Uma investigação da AP News alegou que, de 14 a 20 de janeiro, as autoridades chinesas tomaram medidas confidenciais para mobilizar sua resposta à pandemia, mas não alertaram o público. Alertar o público seis dias antes podia ter evitado "o colapso do sistema médico de Wuhan", segundo um epidemiologista.
21 de janeiro Primeiro caso nos Estados Unidos, num doente em Washington regressado de Wuhan.
22 de janeiro Macau confirma o primeiro caso da doença, numa altura em que há mais de 440 infetados. Começa o isolamento da cidade de Wuhan ao mundo. Autoridades de saúde chinesas cancelam voos e saída de comboios. Portugal anuncia que acionou os dispositivos de saúde pública e tem três hospitais em alerta: São João (Porto), Curry Cabral e Estefânia (ambos Lisboa).
23 de janeiro OMS reúne comité de emergência na Suíça para avaliar se o surto constitui uma emergência de saúde pública internacional. Decide não a decretar. Autoridades chinesas proíbem entradas e saídas numa segunda cidade, Huanggan, a 70 km de Wuhan. As duas cidades têm em conjunto mais de 18 milhões de habitantes. Alguns aeroportos no mundo, como no Dubai, nos Estados Unidos e nalguns países africanos, começam a tomar precauções para lidar com o fluxo de turistas chineses que tiram férias no Ano Novo Lunar, que coincide com o surto.
24 de janeiro Confirmados em França os primeiros dois casos na Europa, ambos importados.
25 de janeiro Pequim suspende as viagens organizadas na China e ao estrangeiro. Austrália anuncia primeiro caso. Hong Kong declara estado de emergência. Primeiro caso suspeito em Portugal, mas as análises revelam que é negativo.
27 de janeiro O Centro Europeu de Controlo das Doenças pede aos estados-membros da União Europeia que adotem "medidas rigorosas e oportunas" para controlo do novo coronavírus.
28 de janeiro Mecanismo Europeu de Proteção Civil é ativado, a pedido de França, para repatriamento dos franceses em Wuhan. Confirmados dois casos, um na Alemanha e outro no Japão, de doentes que não estiveram na China, tendo sido infetados nos seus países por pessoas provenientes de Wuhan.
29 de janeiro Pelo menos 17 portugueses pedem para sair da China, quase todos na região de Wuhan. Finlândia confirma primeiro caso. Rússia encerra fronteira terrestre com a China. Estudo genético confirma que o novo coronavírus terá sido transmitido aos humanos através de um animal selvagem, ainda desconhecido, que foi infetado por morcegos.
30 de janeiro OMS declara surto como caso de emergência de saúde pública internacional, mas opõe-se a restrições de viagens e trocas comerciais.
31 de janeiro Estados Unidos decidem proibir a entrada de estrangeiros que tenham estado na China nos últimos 14 dias e impor quarentena a viajantes de qualquer nacionalidade provenientes da província de Hubei. Ministério da Saúde de Portugal anuncia que vai disponibilizar instalações onde os portugueses provenientes de Wuhan possam ficar em isolamento voluntário.
1 de fevereiro Austrália proíbe entrada no país a não residentes vindos da China.
2 de fevereiro Os 18 portugueses e as duas brasileiras retirados da cidade de Wuhan chegam a Lisboa e ficam em isolamento voluntário por 14 dias. Filipinas anunciam o primeiro caso mortal no país. É a primeira morte fora da China.
3 de fevereiro OMS anuncia que está a trabalhar com a Google para travar informações falsas sobre o novo coronavírus. O chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, declarou que não havia necessidade de medidas que "interferissem desnecessariamente com viagens e comércio internacionais" para parar o coronavírus. Elogiou a resposta chinesa e referiu que a propagação do vírus é "mínima e lenta".
11 de fevereiro OMS decide dar oficialmente o nome de Covid-19 à infeção provocada pelo novo coronavírus.
13 de fevereiro Autoridades chinesas mudam a forma de contabilizar e assumir casos de infeção. Passam a contar não apenas os casos com confirmação laboratorial, mas também os que têm confirmação clínica apoiada por exames radiológicos.
14 de fevereiro Segunda morte confirmada fora da China, no Japão.
15 de fevereiro Um turista chinês de 80 anos morre em França. É a primeira morte registada na Europa - o primeiro europeu a morrer no seu continente acontece a 26 de fevereiro.
16 de fevereiro Terceira morte confirmada fora da China, num turista chinês que visitava França.
19 de fevereiro Dois primeiros casos revelados no Irão. No mesmo dia é anunciado que os dois morreram devido ao Covid-19.
20 de fevereiro Autoridades chinesas voltam a alterar a metodologia da contagem de infetados, uma decisão que se reflete numa descida acentuada no número de novos casos. Coreia do Sul regista a primeira morte. Suíça adia uma cimeira internacional sobre saúde devido à epidemia, na qual estaria presente o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) e ministros da Saúde.
21 de fevereiro Autoridades chinesas anunciam que surto está "sob controlo". Itália regista primeira vítima mortal, um italiano de 78 anos.
22 de fevereiro Irão fecha escolas, universidades e centros educativos em duas cidades. País confirma mais de 40 casos de infeção e oito mortes.
23 de fevereiro Autoridade japonesas confirmam que um português, Adriano Maranhão, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, deu teste positivo ao vírus da infeção Covid-19. Presidente da China, Xi Jiping, admite que o surto é a mais grave emergência de saúde no país desde a fundação do regime comunista, em 1949. Autoridades italianas ordenam suspensão dos festejos do Carnaval de Veneza. Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que epidemia coloca em risco a recuperação económica mundial e manifesta disponibilidade para ajudar financeiramente os países mais pobres e vulneráveis.
24 de fevereiro Comissão Europeia anuncia mobilização de 230 milhões de euros para apoiar a luta global contra o Covid-19. Diretor-geral da OMS avisa que o mundo tem de se preparar para uma "eventual pandemia", considerando "muito preocupante" o "aumento repentino" de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.
25 de fevereiro O português infetado a bordo de um navio de cruzeiros atracado no Japão é enviado para um hospital de referência local. O especialista que liderou a equipa da OMS enviada à China afirma que o mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia.
26 de fevereiro Primeiro caso de contágio na América do Sul. É no Brasil, um homem de 61 anos, de São Paulo, regressado do norte de Itália. Vários países confirmam igualmente os primeiros casos: Grécia, Finlândia, Macedónia do Norte, Geórgia e Paquistão. OMS revela que o número de novos casos diários confirmados no resto do mundo ultrapassou pela primeira vez os registados na China.
27 de fevereiro Arábia Saudita suspende temporariamente a entrada de peregrinos que visitam a mesquita do profeta Maomé e os lugares sagrados do Islão em Meca e Medina, bem como turistas de países afetados pelo coronavírus. Segundo português hospitalizado no Japão "por indícios relacionados" com o Covid-19, também tripulante do navio de cruzeiros Diamond Princess. A DGS divulga orientações às empresas, aconselhando-as a definir planos de contingência para casos suspeitos entre os trabalhadores que contemplem zonas de isolamento e regras específicas de higiene, e para portos e viajantes via marítima, que define que qualquer caso suspeito validado deve ser isolado e que apenas um elemento da tripulação deve contactar com o passageiro.
28 de fevereiro Primeiro caso confirmado na África subsariana, na Nigéria, depois de terem sido identificadas infeções no norte do continente, no Egito e na Argélia. Suíça proíbe pelo menos até 15 de março qualquer evento público ou privado que reúna mais de mil pessoas. Comissão Europeia solicita aos Estados-membros da UE que avaliem os impactos económicos do novo coronavírus. OMS aumenta para "muito elevado" o nível de ameaça do novo coronavírus. Responsáveis da Feira Internacional de Turismo de Berlim anunciam a suspensão do evento, considerado o maior do mundo, que se deveria realizar entre 4 e 8 de março. Governo português reforça em 20% o stock de medicamentos em todos os hospitais do país, além de estar a preparar um eventual reforço de recursos humanos.
29 de fevereiro Governo francês anuncia cancelamento de "todas as concentrações com mais de 5.000 pessoas" em espaços fechados e alguns eventos no exterior, como a meia-maratona de Paris. Primeira vítima mortal nos Estados Unidos da América.
1 de março Governo das Astúrias confirma primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus na região espanhola, o escritor chileno Luis Sepúlveda, que esteve recentemente na Póvoa de Varzim, em Portugal. Macau com perdas históricas nas receitas do jogo em fevereiro, menos 87,8% em relação a igual período de 2019, num mês em que os casinos fecharam por 15 dias devido ao surto de Covid-19. Adriano Maranhão, primeiro português infetado no Japão, tem alta hospitalar.
2 de março Confirmados dois primeiros casos em Portugal Funcionários públicos em teletrabalho ou isolamento profilático sem perda de salário em Portugal, segundo um despacho do Governo. Governo português divulga um despacho a ordenar aos serviços públicos que elaborarem planos de contingência para o surto de Covid-19.
3 de março Primeira morte em Espanha. Itália confirma 79 mortes. Número de infetados em Portugal sobe para quatro. Mais de três mil mortos e de 91 mil infetados em todos os continentes, segundo dados da OMS. Os países mais afetados são China, Coreia do Sul, Irão e Itália. Hospitais São João e Santo António, no Porto, esgotaram capacidade de resposta a casos suspeitos, novas unidades são ativadas Comissão Nacional de Proteção Civil passa a funcionar em permanência, para fazer face ao novo coronavírus. Governo português dá cinco dias às empresas públicas para elaborarem planos de contingência. Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed), que gere a política monetária do país, corta em 50 pontos base as taxas de juro, devido ao novo coronavírus. O presidente da Fed, Jerome Powell, considera inevitável que os efeitos do surto alastrem às economias mundiais e alterem o seu normal funcionamento "durante algum tempo". FMI e Banco Mundial anunciam que reuniões de abril, que se realizam anualmente em Washington, vão ser feitas à distância, em "formato virtual".
4 de março Itália, o país europeu mais afetado, fecha todas as escolas e universidades. Tinha então 3,089 infetados e 107 mortos. Número de infetados em Portugal sobre para seis. Em todo o mundo, há registo de mais de 3.100 mortos e de 93.100 infetados em 77 países de cinco continentes. Mais de 290 milhões de jovens sem aulas em todo o mundo, segundo a UNESCO. Os trabalhadores em quarentena em Portugal por determinação de autoridade de saúde vão receber integralmente o rendimento nos primeiros 14 dias, diz despacho do Diário da República. O primeiro-ministro português anuncia linha de crédito para apoio de tesouraria a empresas afetadas pelo impacto económico do surto do novo coronavírus, caso seja necessário, no valor inicial de 100 milhões de euros. Banco Mundial anuncia 12.000 milhões de dólares (cerca de 10.786 milhões de euros) para ajudar os países que enfrentam impactos económicos e de saúde. O setor dos serviços contraiu pela primeira vez na China desde que há registos. FMI diz que crescimento mundial será inferior em 2020 ao de 2019 devido ao impacto da epidemia do novo coronavírus, mas que é "difícil prever quanto". Surto diminuiu exportações mundiais em 50 mil milhões de dólares em fevereiro, segundo uma análise publicada pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento. A Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo, no Porto, suspende aulas por ter havido contactos com o quinto infetado.
5 de março Portugal com nove casos de infeção. O número de pessoas infetadas em todo o mundo aumenta para 97.510, das quais 3.346 morreram, em 85 países e territórios. A China é o país mais afetado (80.409 casos e 3.012 mortes); seguido pela Coreia do Sul (6.088 casos, 35 mortes), Itália (3.858 casos, 148 mortes) e Irão (3.513 casos, 107 mortes). Bolsa de Turismo de Lisboa adiada para 27 a 31 de maio Perdas das companhias aéreas mundiais podem chegar aos 113 mil milhões de dólares (101,1 mil milhões de euros), estima a associação internacional de transporte aéreo (IATA). TAP reduz 1.000 voos em março e abril devido a quebra nas reservas, suspende investimentos e avança com licenças sem vencimento. O Fundo Monetário Internacional disponibiliza 50 mil milhões de dólares (cerca de 46,7 mil milhões de euros) para combater o surto.
6 de março 13 casos infetados em Portugal. Número de casos no mundo ultrapassa os 100 mil, das quais 3.456 morreram, em 92 países e territórios. A China (sem as regiões administrativas de Macau e Hong Kong), o país onde a epidemia foi declarada no final de dezembro, soma 80.552 casos e 3.042 mortes. Preço do barril de Brent cai mais de 6%, para 47 dólares, devido à quebra da procura
7 de março Número de infeções em Portugal sobe para 21 Visitas a hospitais, lares e estabelecimentos prisionais da região Norte suspensas temporariamente. A ministra da Saúde portuguesa, Marta Temido, recomenda também o adiamento de eventos sociais. Uma escola de Idães, em Felgueiras, o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto e o edifício do curso de História da Universidade do Minho foram encerrados por serem instituições relacionadas com casos de pessoas infetadas em Portugal. Governo italiano proíbe as entradas e saídas da Lombardia e de outras 11 províncias próximas para limitar a disseminação do coronavírus, que já causou 233 mortes e 5.061 infetados em todo o país.
8 março Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa decide entrar em quarentena de 14 dias após receber em Belém uma turma de Felgueiras. Mais quatro casos em Portugal, número de infetados sobe para 25. Reino Unido anuncia um aumento de 64 novos casos, elevando-o a um total de 273 casos. Este país regista três mortos. EUA tem 564 infetados, os mortos são 21. Itália confirma 1.492 casos adicionais e 133 mortes. Números totais: 7.375 infetados e 366 mortos. O primeiro-ministro Giuseppe Conte estendeu o bloqueio de quarentena para cobrir toda a região da Lombardia e outras 14 províncias do norte do país. Registado o primeiro morto em África, que ocorre no Egito - um cidadão alemão hospitalizado a 1 de março e depois sofreu insuficiência respiratória causada por pneumonia aguda. DGS encerra escolas e suspende atividades de lazer e culturais nos concelhos de Lousada e Felgueiras por causa do acumular de casos.
9 março Alemanha regista as duas primeiras mortes no país. Infetados aumentam para 1.176. Universidades de Lisboa e Coimbra suspendem todas as aulas presenciais por duas semanas. Itália estende quarentena a todo o país, onde número de mortos atinge 463. Primeiros casos em Chipre significam que todos os países da União Europeia estão atingidos pelo novo coronavírus. Números da Espanha aumentam para 1.231 casos, com 30 mortes. Itália: 9.172 infetados e 463 mortos. França revela que os deputados Guillaume Vuilletet e Sylvie Tolmont estão infetados, havendo cinco deputados da Assembleia com Covid-19. Também foi confirmado que o ministro da Cultura, Franck Riester, havia testado positivo. O número de casos aumentou para 1.412.
10 março Câmara de Lisboa encerra museus, teatros municipais e suspende atividades desportivas em recintos fechados. Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) decreta fecho de museus, monumentos e palácios na sua dependência. Governo português suspende voos para todas as regiões de Itália por 14 dias. O primeiro-ministro italiano Conte estende o bloqueio de quarentena a toda a Itália, incluindo restrições de viagens e a proibição de reuniões públicas. Número de infetados sobe para 10.149, número de mortos é já 631. Portugal: 41 infetados
11 março Organização Mundial de Saúde passa a considerar o Covid-19 como uma pandemia, isto é um surto de doença com distribuição geográfica internacional muito alargada e simultânea. Itália anuncia que o jogador da Juventus Daniele Rugani, colega de Ronaldo, testa positivo para Covid-19. Total de infetados em Itália: 12.462. Total de mortos: 827. Portugal: 59 infetados. Turquia anuncia primeiro caso num homem regressado da Europa. Mais de mil médicos disponibilizam-se para reforçar a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde.
12 março Portugal decide encerrar todos os estabelecimentos de ensino até ao final das férias da Páscoa a partir de 16 de março, encerramento de discotecas, restrições em restaurantes, centros comerciais, serviços públicos e proibição de desembarque de passageiros de cruzeiros. Portugal tem agora 78 pessoas infetadas e ainda zero mortes relacionadas com Covid-19. Estado de alerta declarado em todo o país, com proteção civil e forças e serviços de segurança em prontidão. Região Autónoma da Madeira suspende atracagem de navios de cruzeiro e impõe medição de temperatura a passageiros nos aeroportos. Governo dos Açores fecha escolas e museus, interdita cinemas e ginásios. Hospital de São João anuncia que uma das primeiras pessoas internadas em Portugal com Covid-19 se curou. Em apenas um dia, Itália regista 2651 novos infetados, elevando o número de doentes com Covid-19 para 15.113. Nas mesmas 24 horas, morreram 189 italianos. O total de mortos em Itália é agora 1.016.
13 março Europa toma o lugar da China como maior epicentro do coronavírus, diz a OMS, numa altura em que o crescimento de casos abranda no país oriental (China tem agora 80.815 infetados e 3.117 mortos) e acelera em Itália e no resto do continente europeu. Portugal: 112 infetados com o Covid-19. 61 países da África, Ásia, Europa, Oriente Médio, América do Norte e América do Sul anunciaram ou implementaram fecho total ou parcial de escolas e universidades. Trinta e nove países fecharam todas as escolas, afetando 421,4 milhões de crianças e jovens. Nesta altura são 11 os países que proíbem a entrada de voos de Portugal (e da Europa): Arábia Saudita, Argentina, El Salvador, EUA, Guatemala, Itália, Jordânia, Kuwait, Nepal, República Checa e Venezuela. Estados Unidos proíbem entrada de voos de passageiros vindos do espaço Schengen na Europa (26 países, incluindo obviamente Portugal) durante 30 dias. Venezuela, país de 32 milhões de habitantes, confirma os dois primeiros casos de infetados: uma pessoa vinda dos EUA e outra de Espanha. O país de Nicolas Maduro também proibiu voos vindos da Europa durante um mês. Eslováquia, Malta e República Checa fecham fronteiras com os países membros da EU. Governo permite a funcionários públicos ficar em casa em regime de teletrabalho sempre que funções o permitam. Madeira suspende voos provenientes da Dinamarca, França, Alemanha, Suíça e Espanha, países de transmissão ativa.
Presidente dos EUA, Donald Trump, declara estado de emergência nacional.
UEFA suspende todos os jogos sob a sua égide, incluindo Liga dos Campeões e Liga Europa. República Checa anuncia fecho total de fronteiras a partir de 16 de março.
14 março Número mundial de infetados: 150.054. Total de mortos: 5.617 Portugal: 169 infetados. Nas últimas 24 horas houve 57 novos casos. Não há ainda mortes em Portugal. Ministra da Saúde, Marta Temido, anuncia que Portugal entrou "numa fase de crescimento exponencial da epidemia", com 169 casos confirmados.
Açores e Madeira decidem quarentena obrigatória para todas as pessoas que cheguem às regiões autónomas. Governo de Espanha, onde há mais de 5.700 casos, impõe "medidas drásticas" no âmbito do estado de alerta, proíbe cidadãos de andar na rua, exceto para irem trabalhar, comprar comida ou à farmácia.
15 de março Número de casos em Portugal atinge 245, em todo mundo há quase 160.000 pessoas infetadas e já morreram mais de 6.000.
Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, convoca Conselho de Estado por videoconferência para 18 de março, para discutir a "eventual decisão de decretar o estado de emergência" em Portugal.
Sindicato Independente dos Médicos conta mais de 50 clínicos infetados e mais de 150 em quarentena.
Governo proíbe consumo de bebidas alcoólicas na via pública e eventos com mais de cem pessoas, apelando para que deslocações se limitem ao estritamente necessário.
Autoridade Marítima Nacional interdita atividades desportivas ou de lazer que juntem pessoas nas praias do continente, Madeira e Açores.
16 de março Portugal regista a primeira morte devido ao coronavírus. O número de infetados pelo novo coronavírus sobe para 331. Segundo a Direção-Geral da Saúde, há 2.908 casos suspeitos, dos quais 374 aguardam resultado laboratorial.
Governo português anuncia o controlo de fronteiras terrestres com Espanha, passando a existir nove pontos de passagem e exclusivamente destinados para transporte de mercadorias e trabalhadores que tenham de se deslocar por razões profissionais.
Portugal vai também intensificar o controlo sanitário nos aeroportos.
Macau decreta quarentena obrigatória de 14 dias para quem chegar ao território, com exceção da China continental, Taiwan e Hong Kong.
Assembleia da República dispensa funcionários inseridos em grupos de risco e promove o trabalho à distância e rotatividade.
17 de março O número de infetados sobe para 448.
É anunciado que o SNS foi reforçado com mais 1.800 médicos e 900 enfermeiros e que há 30 profissionais de saúde infetados, 18 dos quais médicos. E é também anunciado o nascimento do primeiro bebé filho de uma mulher infetada. O bebé não foi infetado.
O governo regional da Madeira anuncia o primeiro caso na região.
O município de Ovar fica sujeito a "quarentena geográfica" e o Governo declara o estado de calamidade pública para o concelho, que passa a ter entradas e saídas controladas. A circulação de pessoas nas ruas também é controlada.
António Costa anuncia a suspensão das ligações aéreas de fora e para fora da União Europeia.
A CP reduz em 350 as ligações diárias.
18 de março O Presidente da República decreta o estado de emergência por 15 dias, depois de ouvido o Conselho de Estado e de ter obtido o parecer positivo do Governo e da aprovação do decreto pela Assembleia da República.
O estado de emergência vigora até 02 de abril.
António Costa diz que "o país não para" e que o Governo tudo fará para manter a produção e distribuição de bens essenciais.
O estado de emergência contempla o confinamento obrigatório e restrições à circulação na via pública. A desobediência é crime e pode levar à prisão.
No dia em que o Governo revela um conjunto de linhas de crédito para apoio à tesouraria das empresas de 3.000 milhões de euros, é também anunciado que as contribuições das empresas para a Segurança Social são reduzidas a um terço em março, abril e maio, e que as empresas vão ter uma moratória concedida pela banca no pagamento de capital e juros.
O número de infetados sobe para 642 e regista-se uma segunda morte. O Alentejo regista os primeiros dois casos.
19 de março O número de vítimas mortais sobe para três em Portugal, com os casos confirmados a ascenderem a 785. Graça Freitas anuncia que quem apresentar sintomas ligeiros ou moderados da doença é seguido a partir de casa.
O primeiro-ministro anuncia, após a reunião do Conselho de Ministros, as medidas e regras para cumprir o estado de emergência, incluindo o "isolamento obrigatório" para doentes com covid-19 ou que estejam sob vigilância. Os restantes cidadãos devem cumprir "o dever geral de recolhimento domiciliário". A regra é que os estabelecimentos com atendimento público devem encerrar e o teletrabalho é generalizado.
A proposta de lei do Governo com as medidas excecionais é de imediato promulgada pelo Presidente da República.
É também anunciado que o Governo criou um "gabinete de crise" para lidar com a pandemia e que suspendeu o pagamento da Taxa Social Única.
O governo dos Açores determina a suspensão das ligações aéreas da transportadora SATA entre todas as ilhas e a TAP anuncia que vai reduzir a operação até 19 de abril, prevendo cumprir 15 dos cerca de 90 destinos.
20 de março Com o país recolhido começam a destacar-se respostas da sociedade civil e das autarquias para fazer face à pandemia, anunciam-se ações de solidariedade para com os mais necessitados.
O Governo reúne-se em Conselho de Ministros para aprovar um conjunto de medidas de apoio social e económico para a população mais afetada. António Costa anuncia que é adiado para o segundo semestre o pagamento do IVA e do IRC, a prorrogação automática do subsídio de desemprego e do complemento solidário para idosos e do rendimento social de inserção.
É também anunciado que as celebrações religiosas, como funerais, e outros eventos que impliquem concentração de pessoas são proibidos, e que as autoridades de saúde ou de proteção civil podem decretar a requisição civil de bens ou serviços públicos se necessários para o combate à doença.
Portugal tem seis vítimas mortais e 1.020 casos confirmados.
21 de março O número de mortes sobe para 12, o dobro do dia anterior, e os infetados são 1.280.
Marta Temido estima que o pico de casos aconteça em meados de abril, e diz que Portugal vai adotar um novo modelo de tratamento de infetados, que passa pelo aumento do acompanhamento em casa. Graça Freitas estima que a taxa de letalidade é de cerca de 1%, mas avisa que pode mudar.
O Governo anuncia que vai prorrogar os prazos das inspeções automóveis e reduz os leilões nas lotas, criando uma linha de crédito até 20 milhões de euros para o setor da pesca.
Com o país em casa surgem as primeiras notícias de infeções em lares. Na Casa de Saúde da Idanha, em Belas, arredores de Lisboa, é anunciado que 10 utentes estão infetados. Um lar em Vila Nova de Famalicão fica sem funcionários depois de oito terem dado positivo ao covid-19.
O ministro dos Negócios Estrangeiros anuncia que a TAP prevê realizar voos para a Praia e Sal (Cabo Verde), Bissau (Guiné-Bissau) e São Tomé para transportar portugueses para casa.
22 de março O número de mortes associadas à covid-19 sobe para 14 e o de infetados para 1.600 (mais 320).
Num domingo de sol muitas pessoas saem à rua e na Póvoa de Varzim a polícia é chamada devido ao "desrespeito ao estado de emergência" (multidão a passear). Em Coimbra a PSP também é chamada por causa de um aglomerado na Mata Nacional do Choupal.
São detidas sete pessoas no país por crime de desobediência.
Os utentes do lar de Famalicão são transferidos para o Hospital Militar do Porto.
As autoridades iniciam o repatriamento de mais de 1.300 passageiros que chegam a Lisboa num navio de cruzeiro (entre eles estão 27 portugueses).
O Governo assina três despachos, que entram em vigor no dia seguinte, para garantir serviços essenciais de abastecimento de água e energia, recolha de lixo e funcionamento de transportes públicos.
O presidente da Associação Nacional de Freguesias, Jorge Veloso, pede que as pessoas das cidades e os emigrantes evitem ir para o interior.
23 de março Portugal tem 23 mortes e 2.600 infeções.
As queixas sobre a falta de equipamentos para quem mais necessita, como profissionais de saúde ou de segurança, começam a surgir. O Governo anuncia que o Estado vai comprar à China equipamentos de proteção e que espera quatro milhões de máscaras. Cinco polícias e dois técnicos sem funções policiais estão infetados numa esquadra de Vila Nova de Gaia.
O Governo cria uma linha de apoio de emergência de um milhão de euros para artistas e entidades culturais e reforça com 50 milhões de euros os acordos de cooperação com o setor social (responsável pelos lares de idosos ou centros de dia).
Uma residência para idosos na Maia, Porto, coloca em isolamento 46 idosos devido a casos de infeção.
24 de março O número de mortes sobe para 33 e o número de infeções passa a 2.362.
A secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, anuncia a ativação do Plano Nacional de Emergência de Proteção Civil, no mesmo dia em que são já 27 as detenções por violação das regras do estado de emergência.
O Presidente da República admite que o pico da pandemia possa ocorrer depois de 14 de abril. No parlamento, o presidente e líder parlamentar do PSD abandona o plenário depois de uma discussão sobre o número excessivo de deputados na bancada social-democrata.
A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) lança uma linha de financiamento de 1,5 milhões de euros para investigação e "implementação rápida" de respostas às necessidades do SNS.
Em Vila Real, o presidente da Câmara alerta para a existência de 20 utentes e funcionários de um lar infetados com covid-19.
O Rali de Portugal é adiado.
25 de março Portugal regista mais 10 mortes chegando às 43, quando são contabilizadas 2.995 infeções.
O secretário de Estado da Saúde diz que o sistema tem capacidade de fazer 8.600 testes diários. A questão de se fazer mais testes ou não divide opiniões.
A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil coloca em alerta laranja, o segundo mais grave, os distritos de Lisboa, Porto e Aveiro.
O ministro de Estado e das Finanças diz que o país "nunca esteve tão bem preparado" para enfrentar uma crise como a causada pelo vírus.(lol) O Banco de Portugal anuncia que é facilitada a concessão de crédito pessoal por parte dos bancos.
A Câmara de Melgaço implementa um cerco sanitário na aldeia de Parada do Monte, com 370 habitantes, após confirmação de três casos de infeção.
A ASAE diz que já fiscalizou 41 operadores económicos por causa de especulação de preços.
26 de março Há 3.544 infeções e morreram 60 pessoas.
Há doentes a ser tratados com medicamentos da malária e do ébola, ainda que sem certezas, diz Graça Freitas.
O Banco de Portugal estima que o Produto Interno Bruto caia este ano 3,7% num cenário base e 5,7% num cenário adverso, devido à pandemia. A taxa de desemprego deve subir acima dos 10%. No dia em que Marcelo Rebelo de Sousa admite prolongar o estado de emergência reúne-se o Governo em Conselho de Ministros e aprova a suspensão até setembro do pagamento dos créditos à habitação e de créditos de empresas. Aprova também medidas excecionais de proteção dos postos de trabalho (como redução temporária de horário ou suspensão do contrato) e uma proposta de lei que prevê um regime de mora no pagamento das rendas, habilitando ainda o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana a conceder empréstimos a inquilinos.
Na Maia um lar de idosos infetado é evacuado, em Vila Real aumentam as infeções num lar de idosos, de 20 para 45.
É anunciado que quem aterrar nos Açores tem confinamento obrigatório de 14 dias.
27 de março No lar da Nossa Senhora das Dores, em Vila Real, são agora 88 os infetados, entre os quais 68 utentes.
Em Portugal o número de mortes chega a 76 e o número de infetados sobe para 4.268.
Graça Freitas diz agora que o pico da pandemia pode afinal ser só em maio.
António Costa anuncia a chegada a Portugal de milhares de equipamentos de proteção individual e o Laboratório Militar também anuncia que começou a fazer testes de diagnóstico. Outras entidades como o Instituto de Medicina Molecular também começam a fazer testes.
Mil e quinhentos enfermeiros voluntariam-se para reforçar o apoio à linha telefónica SNS24, segundo a bastonária da Ordem.
As forças de segurança detiveram, desde o início do estado de emergência, 64 pessoas por crime de desobediência, e mandaram encerrar 1.449 estabelecimentos. O balanço é do MAI, segundo o qual também foram impedidas de entrar em Portugal 850 pessoas e uma delas foi detida. A detida, viria a confirmar-se depois, estava infetada com covid-19.
No Algarve, quando se aproxima o período da Páscoa, que costuma encher os hotéis, a associação empresarial do setor diz que a hotelaria está praticamente encerrada.
28 de março O número de mortes ascende à centena e os infetados são 5.170. Marta Temido também diz que o pico da epidemia só deve acontecer no final de maio e que as medidas de contenção social estão a abrandar a curva de infeções.
O Presidente da República pede aos portugueses para que, no período da Páscoa, continuem a respeitar as regras de contenção. A PSP interpela todas as pessoas que atravessam a Ponte 25 de Abril, no sentido norte-sul, e são divulgadas imagens de grandes filas de carros, alguns deles, diz a PSP, em incumprimento do estado de emergência.
É publicada uma retificação do diploma inicial do "lay-off" simplificado, acautelando que nenhum trabalhador de empresas que recorram e esse apoio pode ser despedido.
O Governo anuncia que vai organizar uma operação de transporte aéreo para o regresso temporário a Portugal de professores portugueses que estão em Timor-Leste.
29 de março Portugal contabiliza 119 mortes e 5.962 casos de infeções p. O número de pessoas internadas nos cuidados intensivos é de 138 doentes, um aumento para o dobro em relação ao dia anterior.
As notícias sobre infeções em lares continuam, como em Foz Côa, Guarda, onde o lar tem 47 infetados num universo de 62 idosos, segundo o provedor.
Em Ovar, onde foi declarado o estado de calamidade pública, são cinco as mortes, uma delas uma jovem de 14 anos, diz o vice-presidente da Câmara.
Nos Açores, o concelho de Povoação, na ilha de S. Miguel, é também submetido a um cordão sanitário.
Surgem notícias, através de sindicatos, de que há pelo menos um guarda prisional infetado do estabelecimento de Custoias e de uma auxiliar de ação médica no hospital prisional de Caxias. O Governo diz que vai ponderar criteriosamente a recomendação das Nações Unidas para libertação imediata de alguns presos mais vulneráveis.
30 de março António Costa avisa que Portugal "vai entrar no mês mais crítico desta pandemia", no dia em que os números da DGS indicam que há 140 mortes e 6.408 infetados.
Segundo o primeiro-ministro, com ou sem estado de emergência vai ser preciso prolongar as medidas que têm sido adotadas. E, diz também, que na próxima semana pretende cobrir o país com despistes de covid-19 em lares.
O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, afirma que o número de profissionais de saúde infetados chegou aos 853, e Graça Freitas admite impor-se uma cerca sanitária na região do Porto, motivando fortes críticas.
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, diz que a segurança social recebeu 1.400 pedidos de empresas que pretendem aderir ao "lay-off" simplificado.
(Continua nos comentários)
O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, admite nacionalizações e diz que seria "um erro trágico" reagir com medidas de austeridade à crise provocada pela pandemia, defendendo antes o apoio ao crescimento da economia.
O Governo pede a abertura de "forma condicionada" das juntas de freguesia onde estão instalados postos dos CTT, lembrando que esses serviços garantem a entrega de pensões. A empresa anunciou que ia antecipar a emissão e pagamento de vales em dois dias úteis.
Marcelo Rebelo de Sousa diz que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal.
A TAP avança para um processo de "lay-off" para 90% dos trabalhadores.
O governo dos Açores prolonga a situação de contingência no arquipélago até 30 de abril.
(Limite de Caracteres continua nos Comentários)
submitted by HairlessButtcrack to portugal [link] [comments]

Ayuda con mi "Bucket List de Argentina"!

Hola redditors, tengo pensado recorrer el país hermoso, entero de punta a punta, esta es mi "Bucket List" que armé en un par de horas, separé cada provincia por región para que sea más fácil de leer; si me pueden ayudar con cualquier dato, opinión, que puedo agregar o sacar, cuál es la mejor provincia para hacer tal o cual cosa, desde ya gracias!,
=NOROESTE ARGENTINO=
Jujuy
*Visitar la Quebrada del Humahuaca *Visitar la Quebrada de Purmamarca al pie del Cerro de los Siete Colores *Celebrar el Carnaval Jujenho *Ver la fiesta del Toreo de la Vincha en Casabindo *Comer un plato de humita *Visitar el Cabildo en San Salvador de Jujuy *Comer empanadas Jujenhas *Visitar el pueblo de Iruya *Recorrer el Camino del Inca *Visitar la Yunga Jujenha *Avistar las parinas y flamencos en La Laguna de Guayatayoc *Pasar la noche en La Puna *Ver las salinas grandes
Salta
*Visitar el Cafayate *Visitar la Quebrada de las Conchas en los Valles Calchaquíes *Quebrada de Las Flechas *Admirar la arquitectura colonial en Ciudad de Salta *Visitar la Catedral Basílica de Salta *Comer empanadas Saltenas *Probar la gastronomia y el vino regional *Tomar el teleférico hacia Cerro San Bernardo *Montar el Tren de las Nubes *Avistar animales en el Parque Nacional El Rey *Ver un Yaguareté en el Parque nacional Baritú *Visitar el El parque nacional Los Cardones *participar de La tradicional Fiesta de la Pachamama de los Pueblos Andinos *Visitar los pueblos del Norte Andino *Visitar el Valle de Lerma *Pasar una noche en Cachi *Visitar el Museo de Arqueología de Alta Montaña
Tucumán
*Recorrer el circuito historico en San Miguel de Tucuman *Visitar la Casa de Tucuman *Ver las Ruinas de Quilmes *R ecorrer la Reserva Arqueológica de Los Menhires en El Mollar *Visitar las Ruinas La Ciudacita *Visitar la Yunga Tucumana *Recorrer el Parque Nacional Campo de Los Alisos *Probar la gastronomia local
Catamarca
*Visitar la ciudad de Belén en Catamarca *Banharse en las Termas de Fiambala *Visitar el volcán Galán en Antofagasta de la Sierra *Ver las vicunhas en la Laguna Blanca *Hacer aladelta en la Cuesta del Portezuelo *Ver las pinturas rupestres en el yacimiento arqueologico de La tunita *admirar los laberintos blancos y dunas de Campo Piedra Pómez *Atender la Fiesta patronal de la Virgen del Valle *participar de la CORPACHADA “Ritual a la Madre Tierra” *Tomar Catamarqueno en LA RUTA DEL ADOBE *visitar El sitio arqueológico del Shinkal de Quimivil
Santiago del Estero
*Visitar la ciudad de Santiago del Estero, la más antigua del país *disfrutar del spa natural de las termas de Rio Hondo *ver los tatú carreta en El parque Nacional Copo
=REGIÓN DEL LITORAL Y MESOPOTAMIA=
Formosa
*Viajar a Formosa Capital *Visitar el Museo Historico Provincial formosa *Comer comida local de Formosa *Excursion por el Bañado La Estrella *Visitar el Parque Nacional Río Pilcomayo
Chaco
*visitar Resistencia en Chaco *adentrarse al Bosque impenetrable chaquenho *probar la gastronomia regional chaquena *Visitar el Parque nacional del Chaco *Ver las estrellas en el Campo del Cielo
Misiones
*Visitar las Cataratas del Iguazú en Misiones *Ver la Garganta del Diablo *Montar en el Tren de la Selva *Visitar la Isla San Martín *Recorrer el Parque Nacional Iguazu bajo la luna llena *Visitar Las Ruinas de la Misión Jesuítica de San Ignacio Miní *Visitar la casa de Horacio Quiroga *Visitar la ciudad de Posadas *Atravesar el Puente Internacional Tancredo Neves *Explorar las Minas de Wanda *Caminar por las tierras rojas en Eldorado *Descubrir los ascentamientos Suecos en Oberá
Corrientes
*Navegar por los Esteros del Iberá *Ver un yacaré en el Parque Nacional Mburucuyá *visitar las playas de Paso de la Patria *caminar por la costanera de Corrientes Capital
Entre Ríos
*Pescar un dorado en el río Uruguay *Ir a la fiesta del Carnaval del País en Gualeguaychu *visitar las termas de Gualeguaychu *Esquí acuático sobre el río Uruguay *Visitar el Castillo San Carlos en Concordia *Visitar el hospital donde nací en Concordia *Visitar el Parque Nacional El Palmar en Colón *visitar las Termas de Concepción del Uruguay *visitar Isla Cambacuá *visitar el Balneario Drewans en la ciudad de Chajarí *motonáutica en el río Uruguay *Visitar el Palacio San Jose *Visitar la ciudad de Villaguay *nadar en Playas del Lago Salto Grande en Federación *Navegar por las calles de Villa Paranacito *Internarse en el delta del río Uruguay *Visitar La Catedral de la ciudad de Paraná *Caminar por la costanera de Paraná *Visitar Anfiteatro Héctor Santángelo *Kayak sobre el río Paraná *Visitar las aldeas alemanas
Santa Fe
*Visitar el Monumento a la Bandera en Rosario *visitar la plaza del Che *Comer alfajores Santafesinos *Tomar mate en el Parque Independencia *Visitar el Parque España *Visitar el Convento San Carlos *visitar las playas de El Banquito *Visitar la ciudad de Santa Fe
=REGIÓN DE CUYO Y CENTRO=
La Rioja
*Recorrer el Parque Nacionale Talampaya en La Rioja *Explorar el Valle de Famatina *Ver las murallas de fuego de La Cuesta de Miranda en Chilecito *Admirar el arte rupestre de Los Pizarrones *Tomar el Cablecarril la Mexicana *Visitar el cráter Corona del Inca *Visitar los pueblos silenciosos de La Costa Riojana *Ver las vicunhas y los flamencos en la Laguna Brava *Visitar las LAS ESTRELLAS DIAGUITAS en Vinchina *Asistir a la procesion del Tinkunako *Recorrer la precordillera *Visitar el Museo de la Ciudad de la Rioja *Recorrer el Corredor de los Llanos *Ver los condores en el Parque Nacional Quebrada del Condorito *Tomar vino y comer comida regional Riojana
San Juan
*Visitar el Parque Provincial Ischigualasto (Valle de la Luna) en San Juan *Ver las estrellas en el Parque Nacional El Leoncito
Mendoza
*Visitar la ciudad de Mendoza *Explorar el Parque Nacional del Aconcagua *Equiar en el centro de esqui Las lenhas *Visitar el Puente del Inca *Explorar las bodegas Mendocinas *Relajarse en las Termas y Spa de Cacheuta en la Cordillera de los Andes *Visitar la ciudad de Las Heras *Visitar La Pampa negra y los volcanes de la Payunia mendocina
San Luis
*Visitar el microclima de Villa Merlo en San Luis *Visitar el Parque Nacional Sierra de Las Quijadas *Caminar el Corredor Bio en las Sierras de los Comechingones
Córdoba
*Recorrer la Manzana Jesuítica en la ciudad de Córdoba Capital *Recorrer las calles de la Canhada *Tomar Fernet con coca en Nueva Córdoba *Ir a un baile de La Mona Jimenez *Festejar Oktoberfest en Villa General Belgrano *Visitar Mina Clavero *Ir al Festival Nacional del Folklore en Cosquín *Subir el Cerro Uritorco en Capilla del Monte *Visitar la casa del Che Guevara en Altagracia *Disfrutar de la gastronomía de Colonia Caroya *Visitar El Durazno en el Valle de Calamuchita *Ir al Festival de la doma en Jesús María *Acampar en La Cumbrecita *Disfrutar de la noche en Carlos Paz *Visitar Mayu Sumaj en el Valle de Punilla *Recorrer Tanti *Explorar el Valle de Calamuchita *Visitar la Reserva de pictografías del Cerro Colorado *Visitar la Iglesia de Nuestra Señora del Rosario en la ciudad de Ischilín *visitar la La Capilla de Sinsacate *Visitar el Hotel Eden en La Falda *Ver los flamencos en la Laguna de Mar Chiquita *Explorar Nono en la región de Traslasierras *Observar el valle de Traslasierra desde el cerro Champaquí
=BUENOS AIRES Y LA PAMPA=
Ciudad Autonoma de Buenos Aires
*Visitar la Casa Rosada *Ver el Obelisco en Av. 9 de Julio *Visitar la Plaza del Congreso *Visitar la librería El Ateneo en la calle Florida *Ir de compras en la Galería Pacífico *Visitar la Catedral Metropolitana *Explorar el cementerio de Recoleta *Visitar el Museo Nacional de Bellas Artes *Tomar mate y leer un libro en Plaza Francia *Visitar el Cabildo en el microcentro *Ver la escultura Floralis Generica en Palermo *Ver el Ballet en el Teatro Colón *Paseo por Puerto Madero *Comer en un restaurante de lujo en Puerto Madero *Explorar la Reserva Ecológica *Visitar el Buque Museo Fragata Sarmiento *Visitar Colección de arte Amalia Lacroze de Fortabat *Comer un choripán en La Costanera Sur *Ir a una noche de Milonga en San Telmo *Ir de compras en el Mercado de San Telmo *Tomar mate en la Plaza Dorrego *Caminar por las calles de Caminito *Comer un asado en una parrilla tradicional en La Boca *Ver el superclásico River-Boca en la Bombonera *Visitar el Museo de Bellas Artes Benito Quinquela Martín *Tomar un café con medialunas en el Bar la Perla *Comer en la Pizzería Banchero *Visitar el Museo Histórico Nacional *Picnic en los Bosques de Palermo *Visitar el Jardín Japonés *Visitar la Biblioteca Nacional *Recorrer el Rosedal de Palermo *Visitar el Planetario Galileo Galilei *Visitar el Zoológico de Buenos Aires *Visitar el MALBA *Visitar el Barrio Chino en Belgrano *Tomar un catamarán por la región de Tigre *Visitar la quinta de Olivos *Visitar la Feria de Mataderos *Visitar el cementerio de Chacarita *Visitar el Abasto *Visitar el museo Carlos Gardel *Visitar el barrio de Boedo
Buenos Aires
*Visitar la ciudad de La Plata *Caminar por el Parque Ecológico Municipal de La Plata *Visitar el Museo de Ciencias Naturales de la Plata *Ver al Indio Solari en Tandil *Visitar Villa Gesell en la Costa Atlántica Argentina *Visitar Mar de Ajó y San Bernardo *Caminar en las playas doradas de Mar de las Pampas *Deportes Náuticos en Cariló *Visitar el casino de Pinamar *Visitar la ciudad de Mar del Plata *Visitar Bahia Blanca
La Pampa
*Visitar la ciudad de Santa Rosa en La Pampa *Visitar la Reserva Natural Parque Luro *Hospedarse en una Estancia Pampeana *Tomar vino en una Pulpería tradicional *Comer Asado Pampeano regional *Visitar el Parque Nacional Lihué Calel
=PATAGONIA ARGENTINA=
Neuquén
*Visitar la ciudad de San Martin de los Andes en Neuquén *Explorar el Parque Nacional Lanín *Cazar un ciervo colorado o jabalí *Recorrer el puerto en Villa La Angostura *Caminar por la costa del Atlántico en Playas Doradas *Visitar el Parque Cretácico *Visitar el Salto del Agrio *Trekking en el Parque Nacional Nahuel Huapi *Visitar el Parque nacional Laguna Blanca
Río Negro
*Recorrer la ciudad de Viedma en Rio Negro *Ver Primer Faro de la Patagonia Argentina en el balneario de Villa El Cóndor *Ver los lobos marinos en Reserva Faunística Punta Bermeja (La Lobería) *Visitar San Carlos de Bariloche *Visitar Villa Catedral *Esquiar en el centro de esqui del Cerro Catedral *Visitar la Catedral de San Carlos de Bariloche *Visitar el hotel Llao Llao *Visitar El Bolsón en la Comarca Andina *Visitar la Cascada Escondida *Comer chivito Patagónico *Banharse en el Río Azul *Explorar las chacras regionales en El Hoyo
Chubut
*Avistaje de Orcas en la reserva Natural Península de Valdés *Ver el amanecer en Puerto Pirámides *Avistaje de la ballena franca austral en Puerto Madryn *Visitar las playas de Comodoro Rivadavia *Ver los pingüinos magallánicos en Punta Tombo *Visitar la cárcel de Trelew *Visitar el Puerto de Rawson *Avistaje de Toninas Overas en Playa Unión *Visitar el Bosque Petrificado *Visitar Museo Paleontologico de Astra *Ver el Argentinosaurus Huinculensis en el Museo Carmen Funes *Caminar por la Bahía Bustamante *Visitar el Parque nacional Los Alerces
Santa Cruz
*Visitar el Puerto de Santa Cruz *Visitar las playas de Caleta Olivia *Visitar Fitz Roy *Visitar el Glaciar Perito Moreno en El Calafate *Explorar la Cueva de las Manos en Perito Moreno *Banharse en el lago Carrera *Visitar Rio Gallegos *Trekking por la laguna Torre, glaciar Torre y cerro Torre en El Chaltén
Tierra del Fuego
*Visitar el Parque Nacional Tierra del Fuego *Visitar el Museo del Fin del Mundo en Ushuaia *Admirar el Monte Olivia *Disfrutar de la gastronomía local *Esquiar en el Cerro Castor *Explorar la ciudad de Rio Grande *Ver el Faro del fin del Mundo, en el canal del Beagle *Ver los cóndores en El Cerro Shenolsh *Tomar la aerosilla al Glaciar Martial *Tomar el Tren del Fin del Mundo *Visitar la Laguna Esmeralda
*Visitar las Islas Malvinas *Visitar las Islas Sandwich del Sur y Georgias del Sur *Ir en una expedición por la Antartida Argentina *Visitar la Base Marambio
submitted by yogurt1989 to argentina [link] [comments]

Men in Tutus at Montecasino Teatro Popular Videos - Montecasino & The Teatro - YouTube Liefling die Musiekblyspel in die Teatro, Montecasino

Teatro Management Offices. Telephone: +27 11 510 7472 (Monday to Friday 9.00am to 5.00pm, excluding Public Holidays and week-ends) Front of House Office - Teatro Foyer. Telephone: +27 11 510 7398 (Closed Mondays, Operational Tuesdays to Sundays during Show Performances on Evenings and Week-ends only) The Teatro Pieter Toerien’s Theatre and Studio. Local and international productions, ranging from musicals and comedy to fairy tales on ice and death-defying acrobatics, keep audiences coming back for more. view show & stay packages. Teatro at Montecasino. The Teatro at Montecasino in Johannesburg hosts local and internationally acclaimed world-class theatre productions that captivate and ... Teatro At Montecasino Received 3 Millionth Visitor During The Month June 2014. The final performance of Sound of Music took to the Teatro at Montecasino’s stage on Sunday, 8 June. The final performance also marked a special milestone in the Teatro’s history as they welcomed their three millionth visitor since opening in 2007. Glynis van Wyk ¬ seated in seat number 15 ¬ was accompanied by ... With fascinating birds species, from domestic to exotic, birds of prey plus a huge pelican and a sloth who gives slothfulness a good name this is a super attraction for all ages. At Montecasino Bird Garden you get to wander along walkways through the lush gardens and view a variety of colourful bir The Teatro opened its doors in May 2007 with the international stage phenomenon – ‘The Lion King,’ co-produced by Lebo M and Pieter Toerien. This production ran for 36 weeks, making South African history when it broke all box office records in South Africa, with over 550,000 people having watched the show. A number of highly successful local and international productions have ... The Gautrain Bus Service now also runs on a Saturday from Sandton to Monte Casino - every 45 minutes I think. Carla Rossouw April 27, 2012 Phantom of the Opera is by far the best production hosted by the Teatro! Parcheggio del Teatro Romano. auf dem Weg zu der Abtei von Monte Cassino - ca. 1 km nach dem Start des Aufstiegs - Zentrum 1 km. Via Montecassino . 03043, Italien. 0,00 € • 1. Jan. t/m 31. Dez. 2 Personen pro Nacht inkl. Steuern. N/A. Rabattkarten. Alle Informationen und Ausstattungen anzeigen Bewertungen . 3,2 von 5. 10. Juli 2020. Achten Sie darauf, dass Sie auf eine Straße geschickt ... The Teatro at Montecasino 3116 William Nicol Drive, Sandton, 2191 Johannesburg: THE SOUND OF MUSIC: 3/31 - 4/29/2018 Click Here for More Info: The Teatro at Montecasino Monte Casino Boulevard ... Alle 180 Fotos, die von 2.064 Besuchern bei Montecasino Teatro aufgenommen wurden, anzeigen. Tickets at Teatro at Montecasino Johannesburg, viagogo - buy & sell concert, sport, theatre tickets. This site uses cookies to provide you with a great user experience. To find out more, read our cookie policy. OK. US$ Recently Viewed ; Log In; Help Centre Sell Tickets; We're the world’s largest secondary marketplace for tickets to live events. Prices are set by sellers and may be below or ...

[index] [7576] [15911] [32600] [33735] [24890] [2966] [288] [14958] [17700] [31078]

Men in Tutus at Montecasino Teatro

Liefling is die eerste Afrikaanse Musiekblyspel in die Teatro by Montecasino. 12 Desember tot 4 Januarie 2015 Humour in classical ballet is hard to find, and this is one reason for the enduring popularity of this fabulous troupe of male ballerinas. Les Ballets Eloell... internationally acclaimed New York singer, actress and impressionist, Christina Bianco heads to Johannesburg this Easter to perform for the first time at Mon... Skip navigation Sign in. Search

#